MADEIRA, MATERIAL RENOVÁVEL

A madeira é basicamente energia solar acumulada. A fotossíntese transforma energia solar em madeira. Assimilando ("sequestrando") CO2 da atmosfera, a madeira fixa o carbono, que representa 50% de sua massa.
Nas florestas virgens, o reservatório de CO2 está cheio. Ao contrário do que normalmente se pensa, essas matas não conseguem mais retirar este gás da atmosfera.
Por outro lado, nas florestas exploradas de maneira sustentável, o reservatório de carbono é esvaziado constantemente, acarretando a evolução constante de sua biomassa e o sequestro permanente de carbono.

MANEJO FLORESTAL SUSTENTÁVEL

As madeiras nativas utilizadas pela ORBITAL são 100% legais, documentadas e provenientes de áreas de Manejo Florestal Sustentável, certificadas pelo IBAMA.
Trata-se do sistema regulamentado pela legislação ambiental brasileira para a exploração racional de madeiras de florestas nativas. É também chamado de "Exploração de Baixo Impacto Ambiental".
Neste sistema, uma determinada área de floresta é dividida em talhões de 100Ha, nos quais as árvores de madeiras comerciais, com diâmetros estipulados, são identificadas e etiquetadas uma a uma pelo IBAMA.
Cada talhão é explorado durante 1 ano e só voltará a ser trabalhado após 30 anos, tempo suficiente para a floresta se recompor. Os mecanismos de sustentação dos ecossistemas são, desta forma, respeitados.

MADEIRAS DE REFLORESTAMENTO E MADEIRAS REUTILIZADAS

Além de madeiras nativas de manejo sustentável, a ORBITAL utiliza também madeiras de reflorestamento, especialmente o eucalipto, em peças laminadas-coladas ou em toras in natura, bem como madeiras reutilizadas, provenientes de demolições, notadamente a peroba-rosa verdadeira.